Tempo estimado de leitura: 5 minutos

O ambiente de trabalho está evoluindo rapidamente e se você não se adaptar às mudanças, ficará para trás. É fundamental atender às necessidades em constante mudança da sua organização a longo prazo para ter sucesso. Um primeiro passo importante é criar uma cultura de aprendizado no local de trabalho.

Quando incorporada como um aspecto central dos negócios que se estende a todos os níveis hierárquicos, uma cultura de aprendizado é poderosa. Então, como implementar ou fortalecer uma cultura de aprendizado em sua organização? Continue lendo para conhecer nossas 8 principais dicas.

Envie sua vaga

Dica #1: Use o planejamento estratégico para obter o sucesso

Quando sua equipe está alinhada com os objetivos de negócios, informada sobre as tendências atuais e equipada com as habilidades necessárias para prosperar, isso se refletirá em todos os cantos de sua empresa - mas isso só pode ocorrer a partir de uma abordagem planejada e estratégica.

Antes de mergulhar e elaborar programas de aprendizado e desenvolvimento, você precisa ter uma imagem clara do conhecimento existente de seus funcionários para identificar onde estão as lacunas nas habilidades atuais necessárias atualmente e naquelas cuja necessidade está surgindo no mercado. Somente a partir desse ponto de partida você pode mapear um caminho de aprendizado claro e impactante.

Guia Salarial da Robert Half

No Guia Salarial da Robert Half você encontra a mais completa pesquisa salarial e um estudo sobre tendências de contratação no mercado brasileiro.

Dica #2: Escolha métodos eficazes

Compreender o que você deseja que seus funcionários aprendam é apenas uma parte da história - identificar os métodos, técnicas e iniciativas que efetivamente os ensinarão é tão importante quanto identificar o conteúdo a ser ensinado. 

Existem diversas maneiras de oferecer treinamento à sua equipe, então é importante pensar cuidadosamente nas ferramentas e métodos que proporcionarão o máximo de engajamento. Muitas vezes, uma combinação de mídias e formas de ensinar é a melhor abordagem para manter as coisas interessantes e atender às necessidades dos diferentes estilos de aprendizagem.

Dica #3: Incentive a aprendizagem contínua

Criar uma cultura de aprendizado no local de trabalho não se resume a repetir os mesmos programas de treinamento ano após ano. Para realmente incorporar a aprendizagem em sua cultura, ela deve ser uma parte contínua, dinâmica e regular do papel de seus funcionários.

Os gestores devem promover, incentivar e recompensar ativamente a aprendizagem contínua como algo a se aspirar. Para que isso seja autêntico, os funcionários precisam de tempo e autonomia para buscar mais aprendizado como uma prioridade, em vez de algo que fica constantemente em segundo plano.

Leia também: Educação continuada

Dica #4: Torne-a divertida e acessível

Os dias em que o treinamento era chato e monótono ficaram para trás - com a ampla gama de ferramentas interativas, recursos e mídias disponíveis hoje, não há motivo para que o aprendizado não possa ser divertido e acessível para todos.

As pessoas respondem de maneira diferente a métodos diferentes, portanto, obtenha feedback para descobrir o que é eficaz para cada funcionário e leve isso em consideração ao planejar treinamentos futuros.

Lembre-se de que muitas vezes as pessoas respondem melhor quando estão aprendendo com os outros, portanto, procure incluir um elemento social na aprendizagem, mesmo que seja apenas uma função de chat em um treinamento online ou uma discussão informal sobre o progresso durante o café da manhã.

Encontros presenciais também são uma ótima maneira de incentivar a troca de conhecimento entre os funcionários, agregando ainda mais valor.

Dica #5: Preencha as lacunas de habilidades

No centro de seu aprendizado deve estar o desejo de preencher tanto as lacunas de habilidades existentes quanto as emergentes na empresa, portanto, defina metas claras para todos os treinamentos.

Você precisa estar atualizado sobre o que está acontecendo dentro e fora da empresa, e, à medida que novas lacunas de habilidades são identificadas, você deve estar pronto para incorporá-las aos recursos de aprendizado para se manter atualizado. 

Dica #6: Crie uma biblioteca de recursos

Uma maneira inteligente e fácil de incentivar os funcionários a se aprofundarem em aprendizados adicionais que complementam suas próprias habilidades é criar e desenvolver uma biblioteca de recursos. Nela, você pode armazenar todas as principais informações que cria e aprimora ao longo do tempo, dando a sua equipe acesso a uma reserva em constante crescimento de aprendizado poderoso e relevante.

Dica #7: Meça resultados e faça adaptações

Compreender o impacto de sua aprendizagem, tanto em termos de valor para o funcionário quanto para a empresa como um todo, é essencial. Certifique-se de coletar feedback diretamente de sua equipe e esteja preparado para adaptar os métodos de ensino em resposta às preferências deles.

Lembre-se de que o sucesso não deve ser medido apenas pela conclusão de cursos de e-learning; é mais importante entender o panorama geral e o efeito que a cultura de aprendizado (ou a falta dela) tem para suprir as necessidades da empresa. 

Confira também: Entenda como aumentar o engajamento profissional dos seus colaboradores

Dica #7: Criar uma cultura de aprendizado no local de trabalho começa com você

Uma cultura de aprendizado não é algo que deve ser isolado - ela precisa ser demonstrada e adotada em todos os níveis da empresa. 

Portanto, concentre-se em criar uma cultura de aprendizado que apoie o desenvolvimento individual e organizacional e que esteja alinhada de forma transparente com a missão da sua empresa. 

Saiba como os recrutadores da Robert Half podem ajudar você a construir uma equipe talentosa de colaboradores ou avançar na sua carreira. Operando em mais de 300 locais no mundo inteiro incluindo nossas agências de empregos de São Paulo. A Robert Half pode te fornecer assistência onde e quando você precisar.